• Gabriela Braun

Os benefícios do esporte na formação do ser humano.*


Quanto um esporte pode contribuir na formação de um ser humano? Muita coisa,

imensurável.


Desde pequeno pratico esportes; então, sempre convivi nesse ambiente. Tinha uma leitura dos

benefícios da atividade física, afinal lá se vão 30 anos de prática de esportes, como um todo. E

pouco tempo atrás tive a oportunidade de fazer uma formação onde dividi o espaço com

atletas olímpicos. O aprendizado foi imenso! Aprendi a parte emocional que é demandada em

atletas de alto rendimento e, o principal: reforcei os benefícios que o esporte traz para o

cidadão. Respeito, rotina, dedicação, força de fazer as coisas acontecerem. Foi incrível. Ganhei

muito mais do que imaginava. Sim, mas e daí?


Hoje vejo muitas crianças usando cada vez mais tablets e celulares. Videogames com jogos

longos onde os jovens viram noites em suas intermináveis missões. É importante a conexão

com a realidade? Sim, atualizados do que acontece; inclusive com amigos e colegas. A questão

é a dosagem disso; como está o equilíbrio junto às outras atividades? Penso que, quanto maior

a imersão em atividades com aparelhos eletrônicos, em redes sociais e no mundo virtual,

menor é a conexão com o mundo real.


O esporte ajuda a superar desafios; sabemos que suaremos para conquistar algo! Aprendemos

a atuar em time. Sendo esporte individual, sabemos que depende de nós fazer acontecer. Cada

modalidade oferece uma habilidade de desenvolvimento. Resiliência, superação, consistência

no processo de adquirir algo... Ganhamos muito no meio esportivo. Com o aumento do uso da

internet, crianças estão deixando de fazer atividades, de brincar na rua e de desenvolverem

habilidades de convívio social, inclusive.




Esses dias vi um movimento muito bacana da Gabi Braun, que concordo e levo adiante; e diz o

seguinte: Por mais esporte e menos tela! Concordo e incentivo.

Que tenhamos mais esportistas! Mais interações entre as crianças; E que os adultos,

entendendo esse movimento, não só apoiem como participem diretamente junto aos seus

filhos. Aliás, antes do esporte tem a conexão “Pai e filho”; e essa, camarada, é para sempre. * Jardel Veríssimo é: Pai da Maria, facilitador do Instituto Você, tem formação em Coaching Integrativo Sistêmico, Coaching Esportivo, Master Practitioner em PNL, estudante de Constelação, ama esportes (principalmente Jiu-jitsu e Corrida) e, por incrível que pareça, também é Engenheiro.

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo